HPV ou Vírus Papiloma Humano (Cancro do Colo do Útero)


HPV

Papiloma Virus



O HPV, “Human Papiloma Virus”, é um vírus que vive na pele e nas mucosas genitais tais como vulva, vagina, colo de útero e pênis.

Na figura acima pode-se perceber como o vírus, mostrado artisticamente como bolinhas, vive dentro das células e se prolifera.

Nos genitais existem duas formas de manifestação clínica.

  1. As verrugas genitais que aparecem na vagina, pênis e anus.
  2. Existe uma outra forma, que é microscópica, que aparece no pênis, vagina e colo de útero.

Trata-se de uma infecção adquirida através de contato sexual.

O mais importante nesta doença é que existe uma associação entre alguns grupos de papiloma vírus e o câncer de colo de útero.

Seu diagnóstico de suspeita é feito através do papanicolau ou a colposcopia e o diagnóstico de certeza é feito através de biópsia da área suspeita.


Existem também exames que identificam o tipo do vírus e se os mesmos são cancerígenos.

O tratamento do HPV é por destruição química ou física das lesões sempre indicado e realizado por médico especialista.

O Papiloma Virus ou Human Papiloma Virus pode se alojar tanto no colo do útero como na vagina e na vulva.

Na vulva ele causa a doença chamada condiloma genital ou popularmente conhecida no Brasil como “crista de galo”.


Na vagina e no colo do útero ele normalmente se apresenta com lesões microscópicas que só podem ser descobertas através do exame de papanicolau ou a colposcopia.

No homem ele pode se manifestar por verrugas no pênis ou de maneira microscópica.

É muito importante que o parceiro seja encaminhado para exame com um urologista para procura de lesões e tratamento se forem encontradas.




HPV e o Câncer de Colo Uterino


O QUE É HPV?

É um vírus transmitido pelo contato sexual que afeta a área genital tanto de homens como de mulheres.

O HPV é uma família de vírus com mais de 80 tipos. Enquanto alguns deles causam apenas verrugas comuns no corpo, outros infectam a região genital, podendo ocasionar lesões que, se não tratadas, se transformam em câncer de colo do útero.

Uma das características desse vírus é que ele pode ficar instalado no corpo por muito tempo sem se manifestar, entrando em ação, em determinadas situações como na gravidez ou numa fase de estresse, quando a defesa do organismo fica abalada.

Na maior parte das vezes a infecção pelo HPV não apresenta sintomas. A mulher tanto pode sentir uma leve coceira, ter dor durante a relação sexual ou notar um corrimento. O mais comum é ela não perceber qualquer alteração em seu corpo.

Geralmente, esta infecção não resulta em câncer, mas é comprovado que 99% das mulheres que têm câncer do colo uterino, foram antes infectadas por este vírus.
Em seus estágios iniciais as doenças causadas pelo HPV podem ser tratadas com sucesso em cerca de 90% dos casos, impedindo que a paciente tenha maiores complicações no futuro. Portanto, a melhor arma contra o HPV é a prevenção e se fazer o diagnóstico o quanto antes.

COMO DEVO ME PREVENIR?
Como em qualquer doença transmitida pelo sexo, é preciso que se tomem alguns cuidados como:
- Manter cuidados higiênicos;
- Ter parceiro fixo ou reduzir o número de parceiros;
- Usar  preservativos durante toda a relação sexual;

- Visitar regularmente seu ginecologista para fazer todos os exames de prevenção.


COMO POSSO SABER SE TENHO HPV?

Este vírus pode ser detectado através dos seguintes exames:

Papanicolaou

É o exame preventivo mais comum. Ele não detecta o vírus, mas sim, as alterações que ele pode causar nas células.


Colposcopia

Exame feito por um aparelho chamado colposcópio, que aumenta o poder de visão do médico, permitindo identificar as lesões.


Biópsia

É a retirada de um pequeno pedaço de tecido para análise.


Captura Híbrida

É o exame mais moderno para fazer o diagnóstico do HPV. A Captura Hïbrida consegue diagnosticar a presença do vírus mesmo antes da paciente ter qualquer sintoma.

Esse é o único exame capaz de dizer com certeza se a infecção existe ou não.

Estudos recentes recomendam que o exame de captura híbrida só seja feito em mulheres acima de 25 anos, preferivelmente 30 anos.


COMO É O TRATAMENTO DO HPV ?


PREVINA-SE CONTRA O HPV E LEMBRE-SE:

· A maioria das pessoas infectadas pelo HPV não desenvolve o câncer de colo uterino.

· Por ser o principal causador do câncer do colo uterino, o HPV precisa ser descoberto o quanto antes. Por isso, sempre faça seus exames preventivos anualmente.

· Use preservativos em todas as relações sexuais.

· Fique atenta a esses sintomas: coceira, corrimento, sangramento anormal, principalmente fora da menstruação, e dor durante a relação sexual. Se você tiver algum desses sintomas procure seu ginecologista.

· Fumar, beber em excesso ou usar drogas afeta o sistema de defesa do organismo fazendo com que o HPV atinja a mulher com maior facilidade.

· Procure saber mais sobre o HPV e o câncer de colo uterino e compartilhe todas essas informações com o seu parceiro e amigas. Assim será mais fácil se prevenir.

· É importante que seu parceiro também procure um médico para verificar se ele está com o vírus.
· Você não está sozinha! A maioria das pessoas com vida sexual ativa pode estar infectada por algum dos tipos do HPV.


HPV no Homem

HPV no pênis


O HPV no Homem é muito difícil de ser diagnosticado. No entanto isto não significa que o homem não seja o transmissor.

O vírus pode se manifestar como verrugas conforme visto na figura acima e de formas microscópicas.

Estudos recentes mostram que o HPV no Homem é raramente diagnosticado mesmo por métodos muito sensíveis como a Captura Híbrida


Este fato acaba por gerar dúvidas sobre a forma de contágio e sua origem. Os estudos recentes mostram que o HPV é mesmo um vírus de transmissão sexual direta, ou seja através de contato sexual direto. Outras formas de contágio não tem comprovação na literatura.


Como a maioria dos parceiros não apresenta diagnóstico confirmado do vírus surge a dúvida sobre sua origem ou seja quem é o responsável pela transmissão. Estudos científicos examinando parceiros de mulheres contaminadas não conseguem identificar os vírus nestes parceiros.


Isto se explica pela facilidade do HPV ser curado de forma espontânea, em 90% dos casos, e não permanecer no homem mesmo tendo sido ele o causador da transmissão.

Portanto a recomendação é que parceiros de mulheres contaminadas sejam encaminhados ao urologista não para saber a origem da doença, que dificilmente será provada, mas para verificar se este parceiro tem lesão e então ser tratado, já que lesões por HPV no homem também são responsáveis pelo câncer de pênis.


Papanicolau

O exame ginecológico é um dos mais importantes exames para a saúde da mulher. É normal que existam medos e ansiedades para a sua realização. O objetivo deste artigo é responder a maioria das perguntas para que as mulheres possam entender COMO e PORQUE é realizado este exame.


O exame é simples, e tem reduzido as mortes por câncer de colo de útero em 70 %, desde sua criação pelo Dr. George Papanicolau em 1940. O sucesso do teste é porque ele pode detectar o vírus HPV e outras doenças que ocorrem no colo do útero antes do desenvolvimento do câncer. 

O exame não é somente uma maneira de diagnosticar a doença mas serve principalmente para determinar o risco de uma mulher vir a desenvolver o câncer.


Quem pode e deve fazer o exame ?

Todas as mulheres com ou sem atividade sexual devem fazer o exame anualmente.


Qual a melhor época para fazê-lo?

No mínimo uma semana antes de sua menstruação. Evite duchas, cremes vaginais, e relações sexuais tres dias antes do exame.


No que consiste o exame ginecológico ?
O exame completo é constituído do exame das mamas (leia artigo sobre este exame) e depois o exame ginecológico. Este é constituído pelo exame externo da vulva e depois a colocação de um especulo na vagina para visualizar a vagina e o colo do útero.

Também consiste no exame de toque vaginal quando o(a) médico coloca dois dedos na vagina para examinar os órgãos internos da pélvis feminina.


Espéculo vaginal

Colposcopia


Colposcopia é um exame que permite visualizar a vagina e o colo do útero através de um aparelho chamado COLPOSCÓPIO.

Este aparelho permite o aumento de 10 a 40 vezes do tamanho normal.

O exame é realizado no próprio consultório médico com a paciente na mesa de exame. Após colocar o espéculo vaginal o médico examina o colo do útero com o colposcópio.

Também é com o colposcópio que é examinada a vulva, e o nome deste exame é vulvoscopia.



COMO É O TRATAMENTO PARA O HPV?


O tratamento depende de diversos fatores como:

- A idade da paciente;

- O local e o número de lesões;

- Se a mulher está grávida ou apresenta alguma doença ginecológica.


Não se esqueça que mesmo após o tratamento é aconselhável o acompanhamento. Seu médico é a pessoa mais indicada para lhe dar todas as orientações. Converse com ele.


QUAIS SÃO AS FORMAS PARA TRATAR O HPV?

Existem várias formas de tratar. A maioria delas destruirá o tecido doente e pode ser feito por:


Criocirurgia

Tratamento feito com um instrumento que congela e destrói o tecido anormal.


Laser

Utilizado em alguns tipos de cirurgia para cortar ou destruir o tecido onde estão as lesões.


CAF

Feito com um instrumento elétrico remove e cauteriza a lesão.


ATA

É um ácido aplicado pelo médico diretamente nas lesões.


Conização

Um pedaço de tecido em forma de cone é retirado com o auxílio do bisturí, do Laser ou do CAF.


Medicamentos

Em algumas situações pode-se utilizar medicamentos que melhoram o sistema de defesa do organismo.


EXISTE CURA?

Sim, na grande maioria dos casos os tratamentos curam completamente as lesões e o vírus é erradicado do organismo.













About these ads

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s


Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

%d bloggers like this: