Administração de vacinas na Farmácia



Orientações relativas à administração de vacinas e injectáveis nas farmácias:
  • Considerando o anúncio do início de Acções de Formação para Farmacêuticos com a finalidade dos mesmos poderem vir a administrar vacinas e injectáveis nas Farmácias;
  • Considerando o eventual envolvimento de enfermeiros na formação de farmacêuticos para que tal prática se viabilize;
  • Considerando a salvaguarda, em qualquer contexto, da qualidade e da segurança na prestação de cuidados aos cidadãos;
  • Considerando que o alargamento dos serviços farmacêuticos poderá constituir ganho para os cidadãos desde que prestados nas condições legais e regulamentares e por profissionais legalmente habilitados;
  • Considerando a responsabilidade da Ordem dos Enfermeiros em zelar pela função social da profissão de enfermeiro.
O Conselho Directivo, suportado no parecer do Conselho de Enfermagem e que obteve a concordância do Presidente do Conselho Jurisdicional, no quadro das competências atribuídas à Ordem dos Enfermeiros, inscritas no Dec-Lei 104/98, de 21 de Abril, decide emitir as seguintes orientações:
  • A administração de vacinas ou outras intervenções que impliquem administração de injectáveis nas Farmácias devem ser realizadas por enfermeiros;
  • A prática destas intervenções por outros que não enfermeiros serão consideradas invasão na área de actividades praticadas pelos enfermeiros, incorrendo nas implicações previstas no estatuto da OE e no demais regime júridico;
  • Os enfermeiros não devem realizar acções de formação que permitam transferir para outros profissionais as competências da sua actividade profissional, devendo por isso recusar a participação em todas as acções que viabilizem as práticas anteriormente citadas.
Pelo Conselho Directivo
A Bastonária
Enfermeira Maria Augusta Sousa
Lisboa, 01 de Setembro de 2008


Notas:
1. Esta tomada de posição e respectivo parecer que a suporta será entregue à Ministra da Saúde e solicitada a sua intervenção.
2. Do mesmo modo será enviada à Bastonária da Ordem dos Farmacêuticos e reafirmado o pedido de reunião urgente
3. Será dado conhecimento à ANF e ao Instituto Superior de Ciências da Saúde Egas Moniz, que são as instituições, conhecidas até ao momento, promotoras desta formação.
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: